Verso do Dia

11 de maio de 2012

Poucas gotas...

Após quase seis meses de estiagem na região do Piemonte da Chapada Diamantina, esta semana, mais presisamente na terça-feira - 01/05 - uma "fina", mas importante chuva, caiu sobre o solo sec e castigado de nossa terra. Uma chuva que não fez água nos reservatórios e tanques mas serviu para refrescar o imenso calor que faz por aqui. Um pequeno agricultor da cidade de Serrolândia testemunhou que alguns dias antes havia arado, mesmo sobre protestos e críticas de vizinhos e amigos, uma área de terra e lançado sementes de feijão na mesma acreditando, segundo suas palavras, que "não passaria do dia 10 de maio sem chover". A esta altura sua pequena lavoura está germinando as sementes e esperando por uma nova chuva para iniciar o período de desenvolvimento da planta. Após essa chuva os dias voltaram a ser quentes e o sol continua brilhando firme no céu. Animais têm morrido de fome e sede, pequenos e médios criadores tem gastado seus últimos recursos na compra de ração e água para seus animais, o preço do leite e seus derivados subiram e alguns produtos como feijão e farinha, tão importantes para a mesa do nordestino mais que dobrou de preço.
 Outro dia um pecuarista procurava mandacarú para comprar para dar a seus animais para comer, o interessante que não conseguia encontrar. Ainda mais triste é saber que, segundo as previsões, chuvas fortes, com poder para encher os reservatórios, estão previstas apenas para o mês de setembro.
Sempre que orar a Deus lembre de pedir pelo povo sofrido e castigado de nossa região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sobre a postagem...